Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Outro Sentido

Outro Sentido

Bom dia

Das coisas difíceis de explicar e mais difíceis ainda de viver, é esta vontade de que Deus esteja nas rotinas dos dias, que Deus faça parte das pequenezas e não apenas das grandezas de cada jornada. A intimidade dessa relação, implica trazê-la connosco a todas as horas e se é difícil fazê-lo numa consciencia dialogante, é também refúgio e fonte de uma estranha fortaleza. Afinal, nesses mesmos dias, Deus é aquele que quer que tenhamos vida e que a tenhamos em abundância.

"Não devemos buscar Deus nas margens da existência ou no fim daquilo que é humano. Deus está presente no coração da vida e nós damos pela sua proximidade com todos os nossos sentidos. Sentimos Deus quando sentimos a vida e, quando amamos deveras nesta terra, amamos o próprio Deus.

Deus está no centro da vida e não nas margens". 

 

in, os beijos não dados, Ermes Ronchi

Zambujo

Que grande Concerto António Zambujo deu ontem à noite na Gulbenkian, o segundo naquela sala cheia para apresentar o Quinto que é o nome do albúm novo.

Muitíssimo bem acompanhado à guitarra portuguesa, clarinetes, cavaquinho e contrabaixo, António Zambujo ofereceu uma noite de músicas com histórias lá dentro, embaladas com a voz melodiosa e doce que lhe saiu na rifa e misturando os sons do fado, do samba e das mornas.

Sou fan do Zambujo há alguns anos. Ouvi-o ple aprimeira vez no Cascais Cool Jazz Fest numa noite em que cantou com o Ivan Lins e fui comprar os Cds que encontrei na manhã do dia seguinte.

Aqui com letra do José Eduardo Agualusa mas aqui também, num flagrante que se fez ouvir precisamente à quinta música e aqui com uma história de enternecer qualquer um.

Este Quinto já cá canta.

Bom dia

Todas as segundas-feiras há jantar em casa dos pais, uma confusão de conversas trocadas por cima de uma mesa alargada de sete adultos e duas crianças e meia.

Todas as segundas me sento àquela mesa ao lado de duas pirralhas que me puxam pelas mangas e gritam: "perguntas, perguntas, perguntas!"

É um ritual, um must do sem o qual o jantar não tem o mesmo sabor.

Respondem-me, à vez: "o que foi o teu pequeno almoço?", "o que comeste ao almoço?", "o que foi o teu lanche?", "qual foi a primeira pessoa que viste quando chegaste à escola?", "e a última quando saíste?". E elas lá vão puxando pela cabeça, com olhar pensativo e uma mão na boca de quem está a fazer rewind às horas: "comi estrelitas com iogurte", "comi pão com manteiga e leite com chocolate", "foi o porteiro", "foi a mãe da Teresa" etc e tal.

No fim vêm as duas perguntas de ouro: "o que gostaste mais no dia de hoje?" e "o que gostaste menos no dia de hoje?". Na resposta à primeira, a dificuldade está sempre na escolha, na resposta à segunda a dificuldade está em encontrar resposta. Na resposta à primeira ouço coisas como, "gostei de fazer o teste de matemática"; "gostei do texto de português"; "gostei da aula de ballet"; "gostei do passeio de estudo"; "gostei de brincar no recreio". Na resposta à segunda, ouço frequentemente, "não sei tia, hoje gostei de tudo".

Ver a vida com os olhos destas miúdas, pode ser uma lição e tanto!

Pág. 1/3

Mais sobre mim

foto do autor

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D

The New Yorker

Frida Kahlo

Small things

Wise Words

canto de leitura

Your house

Flower Power

Odeio o acordo ortográfico

License

Licença Creative Commons
obra licenciada com uma Licença Creative Commons - Atribuição 4.0 Internacional.